RPT St Petersburg: De zero a heróicos $300.000

|

Quando começa uma Mesa Final com poucas fichas, você tem duas chances reais: não demonstrar nenhum medo e seguir para a vitória, sem se importar sobre quão improvável isto é, ou se arriscar um pouco e tentar melhorar a sua posição.

Oleg Suntsov estava nessa situação desastrada ontem, começando a Mesa Final do evento inaugural do Russian Poker Tour, em St. Petersburg, tão atrás que ele estava correndo o risco de ser lançado fora da jogada.

Thumbnail image for Suncov.jpg

Oleg Suntsov

De fato, as suas 64.000 fichas eram tão poucas que precisaram ser dobradas, dobradas novamente - e então de novo antes que ele pudesse chegar às alturas vertiginosas da pilha do líder, Dimitru Gaina, de Moldova, que tinha mais do que 500.000 fichas à sua frente.

Oleg já tinha sido líder em fichas depois do Dia 1, um fato que sugeria o porquê dele não ter se contentado em ficar atrás na Mesa Final para tentar arrecadar um extra para sua conta.

E ficou provado: ele queria a vitória e queria muito. Horas, e oito jogadores eliminados depois, ele conseguiu a sua vitória - o grande prêmio de mais de 10 milhões de Rublos russos. O que seria $300.000 para você e eu.

Um feito impressionante, então, para um jovem russo, que é um jogador de freqüência regular nos torneios em sua cidade natal, St. Petersburg.

rptcheque.jpg

Suntsov, à direita, recebe seu enorme prêmio

Este foi um belo encerramento para lançar o Russian Poker Tour patrocinado pelo PokerStars. No total, 201 jogadores pagaram $5.000 para jogar - fato acima das expectativas - incluindo os classificados PokerStars, Alex Kravchenko e Vanessa Rousso do Team PokerStars Pro e Ivan Demidov, jogador patrocinado pelo PokerStars que chegou à Mesa Final da WSOP há apenas alguns meses atrás.

O interesse foi tanto que o diretor do torneio Thomas Kremser e sua equipe fizeram uma lista de espera para tentar encaixar todos os jogadores.

Assim estava a Mesa Final quando eles sentaram para jogar:

1. Dimitru Gaina, Moldova, 501.000
2. Sergey Popuk, Rússia, 302.000
3. Sergey Solntsev, Rússia, 256.000
4. Vadim Markushevsky, Bielo-Rússia, 256.000
5. Anatoly Ozhenilok, Rússia, 203.000
6. Bulat Bikmetov, Rússia, 181.000
7. Evgeny Zaytsev, Rússia, 178.000
8. Alexander Pantukhin, Rússia, 76.000
9. Oleg Suntsov, Rússia, 64.000

O primeiro a ir parar do lado de fora foi Evgeny Zaytsev. Ele empurrou all-in com J-J contra Q-Q de Bikmetov, mas nenhuma das duas cartas necessárias chegou para salvá-lo.

Logo depois, Suntsov conseguiu o primeiro double-up necessário - contra o líder em fichas, Gaina.
Gaina terminou a sua história de-rei-a-plebeu quando ele foi eliminado, empurrando suas fichas com uma pedida de sequência com duas pontas, mas que esbarrou na difícil pedida de flush de Vadim Markushevsky, que se completou no river.

rptgai.JPG

Dimitru Gaina

Fora, em sétimo lugar, estava Ozhenilok, azarado com As-Ks contra Q-8 de Bikmetov. O flop era 8s-4s-9x, dando um par a Bikmetov, mas uma pedida de flush a Ozhenilok. O Qs no turn completou seu flush e deixou Bikmetov para trás com dois pares - mas o river trouxe outro 8, completando o full house de Bikmetov.

O próximo a sair - outro grande azarado - foi Sergey Popuk, que pode ter pensado que seu A-A era muito seguro perto do K-Q de Alex Pantukhin. Que nada! A mesa trouxe K-Q-5-8-7 e Popuk pegou o paletó.

Bikmetov foi eliminado em quinto, tentando emplacar seu A-8 no A-J de Markushevsky (o turn era um valete e então, naqueles momentos totalmente desnecessários, foi o river!) Markushevsky então dominou por um período - e foi sortudo em eliminar Solnstev em quarto lugar, pagando com A-5 contra 8-8, e esperando o river para ver um Ás ganhar a mão para ele.

rptmarkus.jpg

Vadim Markushevsky

Foi Markushevsky novamente que foi o responsável pelo terceiro lugar, Pantukhin. Desta vez, Markushevsky pagou com Q-J aos 7-7 - e conseguiu um valete no flop.

Suntsov tinha estado mais quieto enquanto Markushevsky estava em sua fase demolidora, mas ele também tinha aumentado suas fichas para 800.000 quando os dois forão ao mano-a-mano - e não tão pobre perto dos 1,2 milhão de Markushevsky.

Suntsov conseguiu uns potes pequenos para levá-lo à liderança de fichas e então, como freqüentemente acontece, uma mão arrebatadora terminou o torneio de três dias.

Markushevsky aumentou para 60.000, Suntsov pagou. O flop veio 6-9-3, e ambos jogadores saíram com outros 100.000. No turn - com um cinco - Suntsov apostou 220.000, Markushevsky empurrou tudo o que tinha em all in... pago! Markushevsky tinha K-9, Suntsov tinha Q-Q dominantes, e o inofensivo dois no river significava que Suntsov levara a coroa.

O evento teve um grande sucesso e o próximo RPT vai a Moscou, onde o Evento Principal começa em 25 de fevereiro.

Se St Petersburg não tinha um apelido, este deveria ser 'cracker'.

Para a cobertura completa do evento de St Petersburg, você terá que aprender a ler em Russo. Depois de fazer isto, siga para o nosso Blog Russo e divirta-se.

Mas por agora, você pode ficar satisfeito com uma foto de despedida da cidade...

stpeters.jpg






About this Entry

This page contains a single entry by PokerStars published on fevereiro 1, 2009 7:07 AM.

RPT St Petersburg: a Frustração de Kravchenko was the previous entry in this blog.

Wurevolution vence mano-a-mano histórico no Sunday Warm-Up! is the next entry in this blog.

Find recent content on the main index or look in the archives to find all content.