LAPT San José: Supernova relampeja sobre os oponentes

|

Há um certo otimismo na Costa Rica que ameniza a tempestade que não deixa o país. Quando as nuvens passeiam sobre os vales e as montanhas são cobertas por uma névoa cinza, pode-se então entender porque os cidadãos deste lindo lugar conseguem viver no espírito de Pura Vida, marca registrada dos costa-riquenhos. Somente após ver o nascer do sol e as flores desabrochando nas árvores em Novembro é que pode-se entender porque os sorrisos aqui são tão freqüentes.

Enquanto essa metáfora é levada ao extremo, não é difícil compreender porque este país abraçou o poker de forma tão completa. Este é um jogo que parece ser cada vez mais encharcado pelas pesadas tempestades. A vida no torneio é tão difícil como a chuva. O dinheiro não vem fácil, e uma grande pontuação é obtida arduamente. Porém há um momento em que o sol brilha e tudo parece estar em ordem no mundo. É isso o que buscam os 219 jogadores que começaram aqui hoje.

Ao fim do dia, 38 jogadores restaram, surpreendentes 83% do campo saíram e agora buscam outras atividades mais lucrativas. No topo do campo tempestuoso relampeja um Supernova inglês chamado Rob Woodcock. Falaremos mais sobre ele em um minuto. Antes, vamos prestar nosso respeito àqueles que caíram.

_IJG0167.jpg

O evento com buy-in de $3.700,00 prometeu e alcançou o total de prêmios de $1 milhão. Vinte e quatro jogadores sairão com pelo menos $ 9.000,00. O campo contou com a participação de dúzias de membros do Team PokerStars Pro. O “Poderoso Chefão” e jogador local Humberto Brenes juntou-se a Victor Ramdin e aos brasileiros Andre Akkari e Alex Gomes na briga pelo primeiro título do LAPT. Não era pra ser. Todos tiveram um longo dia de jogo duro e sucumbiram ao lado negro da disputa no fim da noite.

_IJ23213.jpg

Alexandre Gomes, do Team PokerStars Pro, aceita sua saída

O mesmo destino caiu sobre Vlademar Kwaysser, o campeão do LAPT San José da última temporada. Embora conseguisse se segurar durante o dia, quando a disputa adentrou a noite, o campeão estava fora. Segue uma entrevista com ele em tempos mais alegres.


Assista: LAPT San José 08: Valdemar Akos Kwaysser no PokerStars.tv

As grandes histórias do dia ficaram em torno de um grupo de jovens e duros jogadores, incluindo o tagarela Ryan Fee, que batalhou seu caminho em um mini-campo e ficou na liderança em fichas durante a maior parte do dia, no que ele descreveu como sendo “apenas outro dia na vida”. Ele terminou com cerca de 130.000.

Parecia que Fee seria o líder de fichas até o fim do dia, mas no final da noite o classificado PokerStars Rob Woodcock entrou com gás até chegar a 150.000, sendo as últimas 30.000 cortesia de um ás no turn em sua batalha A-Q vs 9-9. Ele nocauteou Raymond Wu no processo. O time de vídeo-blog capturou Wu antes de sua triste partida.


Watch LAPT San José 08: Raymond wu no PokerStars.tv

Woodcock, um Supernova PokerStars do Reino Unido, admitiu ter tido sorte no início do dia, tendo então conseguido uma boa corrida.

"Tudo começou com uma mesa muito boa. Alguns jogadores estavam ausentes e eu consegui aumentar minha pilha cedo e estabelecer uma imagem desprendida que me rendeu algumas boas colocações”, afirmou. "Então a mesa tornou-se progressivamente mais e mais dura. Eu tinha cerca de quarenta big blinds em um determinado ponto, quando fui deslocado para uma mesa mais fraca e consegui melhorar com oitos contra damas. Foi assim que consegui chegar a 100K."

_IJ23269.jpg

Com seu jeito humilde, Woodcock declarou ter tido sorte, algo que qualquer um num torneio de poker precisa de tempos em tempos.

"Eu definitivamente ganhei vários potes sem showdown para aumentar a pilha, e então fui muito bem em todos os grandes," disse ele. "Acho que é assim que se vai bem nessas coisas."

Com 38 jogadores restastes, parece que Terça-feira vai ser um dia curto. O torneio de poker sendo o que é, não estamos contando com nada além do reinício amanhã ao meio-dia.

Uma contagem de fichas está disponível na página Contagem de Fichas do LAPT (em Inglês). Assim que a contagem oficial for divulgada, ela será publicada no mesmo local. Caso queira saber pelo que os jogadores estão brigando, listamos a estrutura de premiação em nossa página de Prêmios do LAPT (em Inglês). Além disso, não se esqueça de ver a
cobertura em Espanhol e as notícias do nosso Blog Brasileiro. Finalmente, se estiver procurando por vídeos do dia, o Time de Vídeo-blog do PokerStars colocou tudo no ar no PokerStars.tv.

Os jogadores retornarão ao meio-dia de amanhã (horário local) para jogar até a Mesa Final de oito lugares. Enquanto isso, caso tenha perdido parte de nossa cobertura, visite os links abaixo (em Inglês):

O Poderoso Chefão dá boas-vindas à família
Festa Pura Vida
Preparações Finais
De San José a Macau, e de volta novamente
Embaralhe e Converse
Blogger faz bem
O segundo verso, igual ao primeiro
Flashbacks e rebuys
A vida de um guerreiro da estrada
A Primeira Dama
Um contraste em estilos
Melhor poker através de perfil
Você acha que ele venceu?
Bing sente a queimadura
Sobreviência no Campeonato
O campo diminui e as pilhas aumentam
A taxa é 80.000
Adios, Andre Akkari e Humberto Brenes
Six sigmas fora
Visão geral das mesas
Ramdin aperta, Plastik irritado
Afobação no final do dia

Fotografias por Joe Giron/IMPDI






About this Entry

This page contains a single entry by PokerStars published on novembro 4, 2008 12:44 AM.

sirhindle1 é o campeão do Evento Principal Million Dollar Men was the previous entry in this blog.

LAPT San José: Dia 2 nem tão simples quanto parece is the next entry in this blog.

Find recent content on the main index or look in the archives to find all content.